Seleção Brasileira banalizada …

30 março, 2016 :: Nenhum Comentário

selecao_brasileira_tricampea_1970_final_italia1

Há que ponto chegou o nível do nosso futebol e o desmando de quem o comanda?

A derrocada do esporte bretão vem acontecendo de forma avassaladora, cada vez mais, o BRASIL não é mais respeitado, seja dentro das quatro linhas e principalmente fora delas.

Fiascos nas últimas edições de Copa do Mundo, com direito ao humilhante 7×1 em solo descoberto por Pedro Álvares Cabral, eliminação na Copa América, fracasso nos mundiais de categoria de base, campanha abaixo da crítica neste inicio de eliminatórias e olha, se o Brasil não fosse o anfitrião dos Jogos Olímpicos 2016, seria bem difícil conquistar a vaga dentro de campo.

“A PÁTRIA DE CHUTEIRAS” frase imortalizada do gênio Nelson Rodrigues, pena que nossa pátria não está sendo representada de maneira digna, nem calçada com a ferramenta dos atletas, muito menos por aqueles que são responsáveis na condução administrativa de nosso combalido Brasil.

Porém, vamos nos ater em discorrer sobre a situação deplorável que o nosso futebol se encontra, haja vista que temos à frente do comando técnico da até então principal seleção do mundo, um aprendiz de técnico, incapaz de dirigir um escrete que carrega o fardo de principal selecionado do planeta.

Brasil de Didi, Nilton Santos, Garrincha, Gilmar, Carlos Alberto Torres, Vavá, Rivelino, Gerson, Zico, Sócrates, Tostão, Romário, Ronaldo e até um tal de Pelé. Hoje temos de conviver com um monte de figuras obsoletas para a verdadeira prática do futebol, já que para serem observados, mais parecem outdoors de tatuagens, usam cabelos esvoaçantes, colares ridículos e chuteiras que parecem uma caixa de lápis de cor, porém, se os mesmos utilizassem todos estes apetrechos e tivessem seus desempenhos á altura daquilo que todos os Brasileiros esperam, a história seria outra.

A seleção brasileira não pode festejar empate no final com a limitada agremiação Paraguaia, o momento é de reflexão, a mudança já passou de hora, não é admissível ter no corpo administrativo da seleção, empresários de jogadores disfarçados, técnico que apresenta mais desculpas que a Dilma e é mais ignorante que o Lula, auxiliar pontual dono de hotel, jogadores mais preocupados com o modelo do gorro, corte de cabelo, brilho dos brincos e @#$%¨%$#

Fora de campo o caos é maior ainda, quem não está preso, passa por investigação por atos corruptos que cada vez mancham a história do Brasil no cenário mundial do futebol, olha a crise não está instalada somente no âmbito político e econômico do Brasil, no futebol, os problemas estão crônicos há bastante tempo e a realização da Copa aqui no Brasil foi um verdadeiro tiro no pé, tanto para a economia como para os cartolas ladrões do nosso futebol.

Ainda dá tempo de amenizar a tragédia que vem se anunciando há cada segundo, extirpa toda comissão técnica e monta algo próximo daquilo que possamos denominar de profissional, caso isto não ocorra, a tão certa classificação para a Copa de 2018 está ameaçada mais que o mandato da Dilma.

Afffffff

Compartilhar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentario no Seleção Brasileira banalizada …. participe clique aqui