Pitacos do 1° turno no Tocantinense 2016

0
195

pitaco

Já diziam os mais experientes, que a FRUTA NÃO CAI LONGE DO PÉ, e na edição 2016 do Tocantinense da 1ª divisão, esta máxima não está fugindo à regra.

Na liderança do certame aparece o Interporto que cravou a 5ª vitória no encerramento do 1° turno frente ao Paraíso, sem dúvida alguma é o time mais bem treinado até a presente data, tem padrão simples de jogo definido, obediência tática e atletas acostumados com jogos decisivos, a única ressalva que faço é na meta do Tigrão, achei que Welder destoa do padrão dos demais jogadores.

Na vice-liderança vem o Tocantins de Miracema, que atua de forma organizada e apesar de todas as limitações impostas ao técnico Célio Ivan, que amadurece temporada a temporada, vai marcando seu território dentro do estadual 2016 e se não acontecer nenhuma tempestade extra-campo, irá brigar de forma igualitária por uma vaga na semifinal.

Ah, em 3° lugar vem o Gurupi de Roberto Oliveira, que começou tomando pedrada de todo lado, teve recurso oriundo do poder público bloqueado e etc., porém, com a capacidade rotineira de contratar de sua diretoria e da competência inconteste de Oliveira, saiu da 7ª posição para o 3° lugar e se fortalece rodada a rodada.

Na 4ª posição vem o Paraíso, que ao lado do Palmas são as únicas equipes que ainda não empataram na competição, teve vitórias imponentes e importantes contra Ricanato e Tocantins (fora de casa), fez jogos interessantes mesmo perdendo contra Araguaína e Tocantinópolis, porém, nas três últimas apresentações tomou sete gols e fez apenas um, mostrando total fragilidade em seu sistema defensivo, tem elenco qualitativo, técnico emergente, diretoria atuante, porém, a hora de organizar a casa é agora, senão vai nadar e morrer na praia como em 2015.

O Ricanato começou a competição sendo apontada por alguns como o Barcelona do Cerrado, só que, com o andar da carroça as abóboras foram se encaixando e o Rei do cerrado sendo mais exigido, na última rodada conseguiu resultado significativo contra o caro time do Araguaína, acho que o Ricanato tem chances remotas de classificação e também de z4.

O Verdão do Bico (Tocantinópolis) perdeu nesta rodada, agora, a maratona que o time de Neto Costa encarou nos últimos dias foi desumana, que fique bem claro que esta justificativa não ofusca a importante vitória do Palmas, porém, dificilmente o Verdão ficará de fora da parte boa da festa do Tocantinense 2016, chega fácil na semifinal.

 O Araguaína figura momentaneamente na zona de rebaixamento, local bem visitado pelo Tourão do Norte nas últimas edições dos estaduais recentes, após o empate frente ao Ricanato a diretoria demitiu Alex Oliveira e de imediato contratou Edson Ferreira (dirigiu o Paraíso em 2015), o Tourão tem o maior investimento da temporada, homens poderosos no comando, maior torcida do estado, porém não tinha um treinador à altura daquilo que o Araguaína representa no contexto do nosso futebol, com a chegada de Ferreira e com a qualidade do elenco e a estrutura que a diretoria oferece, a tendência é que o Araguaína suba de produção neste 2° turno.

Chegamos à parte mais baixa na tábua de classificação onde está posicionado uma das camisas mais pesadas e importantes do nosso futebol, que é o Palmas Futebol e Regatas, clube que firma mais uma das intermináveis parcerias e enfrenta problemas de ordem política partidária causando ingerência da administração do clube, afirmar que o tricolor da capital não é favoritaço ao rebaixamento neste momento, seria até uma heresia ou mixórdia, o mais difícil veio que era o 1° triunfo sob o comando de Max Sandro, que terá um caminho longo e sinuoso na tentativa de salvar um dos mais tradicionais clubes do estado da costumeira e indelicada degola.

Avante para o 2° turno que começa na 3ª feira e serão 21 pontos em disputa para cada agremiação que irão brigar por quatro vagas da semifinal e fugir das duas vagas macabras que formam a zona de rebaixamento.  Até o pitaco do 2° turno…

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here