Jogadores do Araguaína ficaram de braços e pernas cruzadas nesta quarta feira !

0
186

Crédito Imagem e artigo: Arenadotouro.com.br

Elenco não trabalhou nesta quarta-feira. Jogadores querem que diretoria resolva a questão do atraso de salários…

Vice-líder do campeonato com 7 pontos na tabela de classificação e dependendo apenas de suas próprias forças para garantir uma vaga na final do primeiro turno do Campeonato Tocantinense, o Araguaína voltou a ser incomodado pelo fantasma dos salários atrasados. Nesta quarta-feira (20) os jogadores decidiram não treinar até até que a diretoria se posicione sobre o problema. O único que falou com a imprensa foi o goleiro Murilo que justificou a decisão do grupo. ” Nós vivemos somente do futebol e estamos apenas querendo que essa situação se resolva já que no meu caso por exemplo já completou um mês e quinze dias de atraso”, disse o jogador.

O goleiro tratou de deixar claro que o time vai entrar em campo contra o Interporto no próximo sábado mesmo se a situação não for resolvida. O técnico Nivaldo Lancuna disse que conversou com os atletas, mas esta é uma decisão do grupo e que não pode fazer nada. Os atletas permaneceram durante todo o dia no alojamento no Tiro de Guerra no setor Tecnorte e as atividades marcadas para os períodos da manhã e tarde não aconteceram.

Os jogadores informaram ao técnico Nivaldo Lancuna que vão treinar normalmente no coletivo marcado para a tarde desta quinta-feira no Estádio Mirandão e que o compromisso contra o Interporto será cumprido por parte do elenco. O jogo contra o Tigre Portuense pode levar a equipe taurina de volta à liderança do Tocantinense caso consiga um resultado positivo.

Problemas recentes.

Segundo fontes ligadas ao clube, o problema financeiro do Araguaína já se arrasta desde o ano passado mesmo quando a equipe conquistou o título da Série B do Campeonato Tocantinense. Jogadores que fizeram parte do elenco de 20’12 chegaram a afirmar que receberam cheques sem fundo do clube e muitos dizem que ainda lutam para receber o salário até hoje. Amaurí Duarte confirmou que a situação existe, mas que está sendo resolvida aos poucos.

Mas o que de fato pode ter contribuído para a crise prematura do Araguaína em 2013, é que atletas que se dizem prejudicados pela falta de pagamento em 2012 estariam ligando para os jogadores do grupo atual e repassando a informação dos supostos cheques sem fundo.

Diretoria.

O diretor de futebol do clube, Amaurí Duarte, disse que a situação vai ser resolvida até sexta-feira. Duarte foi recebido na tarde de hoje pelo secretário de gabinete do prefeito Ronaldo Dimas (PR), Wagner Rodrigues, que afirmou que o prefeito está viabilizando uma ajuda financeira ao clube o mais rápido possível. Wagner teria afirmado em reunião segundo o diretor do clube, que o prefeito deu carta branca para que o secretário possa encontrar uma forma de ajudar o representante do estado no campeonato. Valores ainda não foram revelados  uma vez que uma nova conversa entre prefeitura e clube ficou marcada para quinta-feira visando resolver o problema já antes da partida de sábado contra o líder Interporto no Mirandão.

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here